Beloura III -

Habitação Unifamiliar, Quinta da Beloura, Sintra | 2010-2013 | construído

Beloura III

Habitação Unifamiliar, Quinta da Beloura, Sintra | 2010-2013 | construído
Autoria – Estúdio Urbano Arquitectos | Paisagismo – Arq. Gonçalo Anastácio | Projectos de Especialidades – Pórtico Vertical, Lda.| Fotografia – João Morgado | Programa – habitação | Área do lote – 1877,02m2 | Área de construção – 796,36m2 | Tipologia – T4+1 | Data Projecto – 2010 | Fase de trabalho – construído
Esta moradia insere-se no condomínio Quinta da Beloura I, onde goza de uma localização privilegiada junto ao campo de golfe. A configuração e orientação do lote permitiu dar grande privacidade à casa afastando-a da rua de acesso. Permitiu ainda aproximar as áreas de lazer aos espaços exteriores mais privados. A casa compõe-se por uma adição de volumes, onde se separam as áreas sociais das áreas privadas. O volume mais alto marca a entrada principal da casa, com pé direito duplo. À medida que percorremos a casa, os espaços sociais fundem-se e sucedem-se com variações de alturas quer nos tectos, quer nos pavimentos. Ao nível térreo a casa é ampla e aberta ao exterior, através de grandes vãos, dando-se particular ênfase à zona de “deck” e piscina. Os espaços privados da casa viram-se para o interior do lote e para a piscina. Ao nível superior encontra-se a “mastersuite”, espaço mais privativo da casa, com vistas privilegiadas para o campo de golfe. Os espaços exteriores foram neste projecto fundamentais para definir os limites dos vários espaços e volumes da casa, sendo que foi dado destaque à entrada através da utilização de materiais como o aço corten ou o ripado de madeira.
Autoria – Estúdio Urbano Arquitectos | Paisagismo – Arq. Gonçalo Anastácio | Projectos de Especialidades – Pórtico Vertical, Lda.| Fotografia – João Morgado | Programa – habitação | Área do lote – 1877,02m2 | Área de construção – 796,36m2 | Tipologia – T4+1 | Data Projecto – 2010 | Fase de trabalho – construído
Esta moradia insere-se no condomínio Quinta da Beloura I, onde goza de uma localização privilegiada junto ao campo de golfe. A configuração e orientação do lote permitiu dar grande privacidade à casa afastando-a da rua de acesso. Permitiu ainda aproximar as áreas de lazer aos espaços exteriores mais privados. A casa compõe-se por uma adição de volumes, onde se separam as áreas sociais das áreas privadas. O volume mais alto marca a entrada principal da casa, com pé direito duplo. À medida que percorremos a casa, os espaços sociais fundem-se e sucedem-se com variações de alturas quer nos tectos, quer nos pavimentos. Ao nível térreo a casa é ampla e aberta ao exterior, através de grandes vãos, dando-se particular ênfase à zona de “deck” e piscina. Os espaços privados da casa viram-se para o interior do lote e para a piscina. Ao nível superior encontra-se a “mastersuite”, espaço mais privativo da casa, com vistas privilegiadas para o campo de golfe. Os espaços exteriores foram neste projecto fundamentais para definir os limites dos vários espaços e volumes da casa, sendo que foi dado destaque à entrada através da utilização de materiais como o aço corten ou o ripado de madeira.